Arquivos - Página 2

  • janeiro-abril
    v. 5 n. 1 (2014)

    Editorial Vol. 5 Nº 1 - 2014 (janeiro/abril)

    Caros leitores,

    O ano de 2014 veio com um desafio importante, o de elevar a periodicidade da revista Gesec, com a publicação de um volume a cada quadrimestre. Esta decisão foi tomada com base em três constatações: alcançar o objetivo de ser referência em publicações científicas no secretariado, as crescentes submissões de trabalhos na revista e o aumento do número de acessos à revista que ultrapassou 37.000 acessos.

    Para composição desta edição, apresentamos o conjunto de sete artigos que são oriundos das regiões Sul, Sudeste e Nordeste do Brasil.

    O primeiro artigo intitulado “Pesquisa quantitativa: elementos, paradigmas e definições”, dos autores Dirceu da Silva, Evandro Luiz Lopes e Sérgio Silva Braga Junior, foi elaborado para contribuir com os pesquisadores que desejam utilizar o método quantitativo em suas pesquisas – constatamos um aumento significativo de pesquisadores sobre o secretariado utilizando este tipo de método.

    Já no trabalho, “Secretariar ou não secretariar? Eis a questão: um estudo sobre a evasão no curso de Secretariado Executivo” as autoras Luana Dias Schuarcz, Mariana Pereira Cardoso de Sá, Déris Warmuth e Marlete Beatriz Maçaneiro analisaram, por meio de uma abordagem quantitativa, as causas da evasão entre os ingressantes do curso de Secretariado Executivo em duas universidades públicas do Paraná.

    Em contraponto, Ana Karina Reis e Ane Grasiele Gomes de Freitas desenvolveram uma pesquisa qualitativa intitulada “Fatores de atratividade: abordagem sedutora para conquistar ingressos no curso de Secretariado Executivo” em que demonstraram algumas contribuições da comunicação de marketing para atrair estudantes para os cursos de Secretariado.

    A quarta publicação de autoria de Edilaine Cegan, Vanderleia Stece de Oliveira, Thereza Cristina Souza Lima e Ana Maria Boguslawski, “Características dos cursos superiores de tecnologia e bacharelado em Secretariado: um estudo com base na interpretação das diretrizes curriculares”, baseada em análise documental, traz a discussão sobre as possíveis diferenças existentes na formação e atuação dos profissionais formados nos cursos superiores de tecnologia e bacharelado em Secretariado.

    Luciana Nunes de Oliveira, Pablo Pedrosa Teixeira de Oliveira e Nanci Fernandes de Paula, com o artigo “Educação para o desenvolvimento sustentável: um estudo de caso nos cursos de Secretariado Executivo”, verificaram se os cursos de graduação em Secretariado Executivo possuem disciplinas que capacitam a formação de profissionais comprometidos com o Desenvolvimento Sustentável.

    Na sequência, na publicação “A atuação do Secretário Executivo no terceiro setor na cidade de Aracaju", de Karen Almeida Pereira e Manuela Ramos da Silva foram analisadas quais as formas de atuação do secretário e quais as competências pertinentes desse profissional para em instituições do terceiro setor.

    E para finalizar esta edição, contamos com as contribuições de Maria do Carmo Ferreira Lima, Gabriela Duarte, Aline Araujo e Maria Cecília Paiva, com o trabalho intitulado "O impacto das políticas de eventos no clima organizacional", em que as autoras verificaram qual a relação entre a utilização das políticas de eventos e seu impacto na geração de um ambiente de trabalho favorável.

    Espero que tenham uma excelente leitura e até a próxima edição!

    Profa. Dra. Cibele Barsalini Martins

    Editora Científica

  • julho-dezembro
    v. 4 n. 2 (2013)

    Caros leitores da GESEC,

    É com satisfação que publicamos mais esta edição da Revista Gestão e Secretariado – Gesec, em um momento considerado bastante movimentado, em todo o território brasileiro, para a área de secretariado; presenciamos a realização de diversos eventos acadêmicos, científicos e profissionais que buscaram a formação, a qualificação e a empregabilidade para todos os envolvidos com a área. Como exemplos, podemos citar o 3º Encontro Nacional Acadêmico de Secretariado Executivo – Enasec, realizado concomitante com o IV Encontro de Secretariado Executivo da Paraíba - Ensece, na Universidade Federal da Paraíba; o VI Encontro Nacional de Estudantes de Secretariado – Enesec, na Universidade do Estado do Pará - UEPA e o Congresso Internacional de Secretariado – Coins - 2013, realizado pelo Sindicato das (os) Secretárias (os) do Estado de São Paulo em Campos do Jordão/SP.

    Além dos eventos, temos de destacar a divulgação do resultado do Exame Nacional de Desempenho dos Estudantes – ENADE, em que vários cursos de Secretariado Executivo se destacaram em diversas universidades com notas de excelência em qualidade de ensino, superando em muitos casos, os cursos considerados “carros-chefes” das instituições de ensino. E é assim que os cursos de Secretariado Executivo, em várias regiões do Brasil, vêm conquistando seu merecido reconhecimento. Por isso, em nome de toda a equipe da Gesec, parabenizo a todos que trabalharam arduamente de forma direta e indireta para a conquista deste resultado. Parabéns coordenadores de cursos, professores e alunos! Vocês demonstraram o valor que uma formação de qualidade traz para o fortalecimento da profissão.

    Também não podemos deixar de registrar neste editorial nossos agradecimentos a toda a comunidade acadêmica que vem ajudando a Gesec no fortalecimento, desenvolvimento e aprimoramento da área. Ela nos brinda com os resultados de suas pesquisas, com as avaliações dos artigos, divulgação e utilização dos textos publicados em suas pesquisas – o que resultou no aumento no estrato da revista na última avaliação da Coordenação de Aperfeiçoamento Pessoal de Nível Superior – Capes, ou seja, agora a Gesec é “B2” no Sistema Qualis de Periódico.

    Dando continuidade ao nosso trabalho, nesta edição publicamos oito trabalhos inéditos, que abordam temas relacionados à formação específica e geral que todos os envolvidos com o secretariado necessitam.

    No primeiro artigo, as autoras Rosana Maria César Del Picchia de Araújo Nogueira e Joyce de Souza Ferreira de Oliveira da Faculdade de Tecnologia - Fatec de Carapicuíba/SP trazem uma retrospectiva detalhada sobre a história de como a profissão de secretariado vem buscando, ao longo de décadas, o seu reconhecimento e valorização no mercado de trabalho, com o artigo intitulado “Profissionalismo e Secretariado: história da consolidação da profissão. Embora esse assunto já tenha sido tema em várias obras voltadas para o profissional da área, a leitura do texto é recomendada principalmente para os docentes dos cursos de secretariado que têm como objetivo demonstrar como a profissão chegou à situação atual, uma vez que o texto demonstra, de forma consistente e detalhada, toda a trajetória da profissão no Brasil, com a associação dos mecanismos que a sociologia das profissões tem apontado como legitimadores das práticas ocupacionais.

    O segundo artigo, intitulado As competências gerenciais desenvolvidas pelos secretários executivos”, de autoria de Conceição de Maria Pinheiro Barros, Joelma Soares da Silva, Geovana Alves de Lima e Daniela Graciela Silva Brito da Universidade Federal do Ceará - UFC, também nos remete à posição e atuação dos profissionais de secretariado no mercado de trabalho, uma vez que, no artigo, as autoras discutem o envolvimento dos secretários nos processos de gestão das empresas, com o objetivo de identificar as competências gerenciais desenvolvidas por um grupo de Secretários Executivos.

    Já o artigoAnálise dos gêneros na linguagem: a atuação e o preconceito contra os homens na área de secretariado executivo”, de Weidman Machado Bernardino, Warley Steffany Nunes da Universidade Federal de Viçosa, traz uma discussão que vem sendo tema de grupos de discussões e de pesquisas realizadas por estudantes e profissionais do sexo masculino de secretariado. Trata da forma de atuação e como o homem é visto na profissão, podendo assim, ser um instrumento inicial para que os debates possam receber as contribuições de pesquisas e assim servir como um direcionamento à extinção do estereótipo de que a profissão de secretariado deve ser exercida por pessoas do sexo feminino.

    A autora Viviane Cristina Poletto Lugli da Universidade Estadual de Maringá trouxe em seu artigo intitulado “Géneros de la comunicación internacional en cursos de Secretariado Ejecutivo”, uma discussão sobre a importância da inclusão de gêneros textuais internacionais nas aulas de Língua Espanhola nos cursos de Secretariado, com o objetivo de capacitar os discentes que atuam principalmente em empresas que importam ou exportam produtos no Mercosul.

    Com o artigo intitulado “A dinâmica e os fatores organizacionais propiciadores à ocorrência do assédio moral no trabalho”, os autores Thiago Soares Nunes e Suzana da Rosa Tolfo, da Universidade Federal de Santa Catarina, verificaram quanto alguns fatores complexos como as estratégias para melhorar a produtividade podem ocasionar a prática do assédio moral dentro das organizações.

    E na pesquisa dos autores Elaine Cristina Oliveira Rocha Nogueira, da Universidade Nove de Julho – Uninove, e Edson Keyso de Miranda Kubo, da Universidade de São Caetano do Sul - USCS, que resultou no artigo intitulado “Sentidos do exercício da liderança por mulheres executivas brasileiras, os autores verificaram os sentidos de liderança com 13 mulheres que ocupavam cargos de executivas em empresas dos estados de Pernambuco, Rio de Janeiro, São Paulo, Rio Grande do Sul e Minas Gerais e listaram alguns fatores facilitadores e dificultadores para a atuação destas mulheres.

    Ainda sobre a atuação das mulheres no mercado de trabalho, com o artigo intituladoEmpreendedorismo feminino: um estudo sobre sua representatividade no município de Toledo – Paraná”, as autoras Fernanda Cristina Sanches, Carla Maria Schmidt, Ivanete Daga Cielo e Marta Karina Schmitz Kühn, da Universidade do Oeste do Paraná – Unioeste, buscaram o entendimento sobre a atuação das mulheres empreendedoras no município de Toledo/PR.

    E para finalizar esta edição, os autores Roseli de Oliveira Machado, Juliane Sachser Angnes, Marcela Elise Bordinhão Pimentel e Luciano Mazur, da Universidade Estadual do Centro-Oeste do Paraná, elaboraram o artigo intituladoSatisfação no atendimento: um estudo na empresa JM Alarmes em Guarapuava/PR”, que traz uma discussão sobre a importância do atendimento para que as empresas consigam manter-se num mercado, considerado cada vez mais competitivo. Para isso, os autores realizaram uma pesquisa com os clientes de uma empresa da cidade de Guarapuava – Paraná.

    Tenham uma ótima leitura e até a próxima edição.

    Cibele Barsalini Martins

    Editora Científica

  • janeiro-junho
    v. 4 n. 1 (2013)

  • Julho/Dezembro
    v. 1 n. 2 (2010)

26-35 de 35