Modelagem soft de dinâmica de sistemas para o processo de S&OP: um modelo conceitual para organização do tipo produção sob encomenda

Jean Carlos Domingos, Claúdio Augusto Dias Filho, Cristiano Henrique Antonelli da Veiga

Resumo


O planejamento de vendas e operações (S&OP) relaciona os objetivos estratégicos organizacionais aos objetivos da produção e ainda permite a integração das demais áreas organizacionais, coordenando assim os diversos processos de planejamento presentes em uma atividade produtiva, como o planejamento das finanças, das operações propriamente ditas, das estratégias de marketing e também de recursos humanos. Esta pesquisa tem como objetivo analisar o processo de S&OP sob a perspectiva de uma organização que produz sob encomenda e propor um modelo conceitual do processo que possibilite maior compreensão de tal dinâmica empresarial. A presente pesquisa se classifica como descritiva e aplicada, pois buscou a identificação de relações entre diversas variáveis com foco em gerar conhecimentos e soluções para aplicação do S&OP pelo uso de técnicas de dinâmica de sistemas. Para aplicar o modelo em uma empresa faz-se necessário realizar pequenos ajustes referentes às particulares desta. O equilíbrio entre oferta e demanda ocorre quando a organização promove integração funcional entre seus setores, fomentando a troca de informações entre os participantes do processo. A principal contribuição deste trabalho é que, de posse do modelo proposto, o tomador de decisões tem uma noção qualitativa acerca do S&OP e de como se dá a interação entre os planos empresariais.

Palavras-chave


Enlace causal; Modelagem de sistemas; Planejamento de vendas e operações; Planejamento agregado da produção

Texto completo:

PDF

Referências


Bajwa, N.; Sox, C. R. & Ishfaq, R. (2016). Coordinating pricing and production decisions for multiple products. Omega, 64, 86-101.

Beemsterboer, B.; Land, M.; Teunter, R. & Bokhorst, J. (2017). Integrating make-to-order and make-to-stock in job shop control. International Journal of Production Economics, 185, 1-10.

Beraldi, L. C. & Escrivão Filho, E. (2000). Impacto da tecnologia de informação na gestão de pequenas empresas. Ciência da Informação, 29 (1), 46-50.

Calle, M.; González-R, P. L.; Leon, J. M.; Pierreval, H. & Canca, D. (2016). Integrated management of inventory and production systems based on a floating decoupling point and real-time information: a simulation based analysis. International Journal of Production Economics, 181, 48-57.

Corrêa, H. L.; Gianesi, I. G. N. & Caon, M. (2007). Planejamento, programação e controle da produção: MRPII/ERP: conceitos, uso e implantação: base para SAP, Oracle Applications e outros softwares integrados de gestão. São Paulo: Atlas.

Domingos, J. C.; Politano, P. R. & Pereira, N. A. (2015). Modelo de dinâmica de sistemas para o processo de S&OP ampliado. Gestão & Produção, 22 (4), 755-788.

Feng, Y.; Martel, A.; D’amours, S.; & Beauregard, R. (2013). Coordinated Contract decisions in a make-to-order manufacturing supply chain: a stochastic programming approach. Production and Operations Management, 22 (3), 642-660.

Forrester, J. W. (1961). Industrial Dynamics. Cambridge, Massachusetts: M.I.T. Press.

Ganga, G. M. D. (2012). Trabalho de Conclusão de Curso (TCC) na engenharia de produção: um guia prático de conteúdo e forma. São Paulo: Atlas.

Gansterer, M. (2015). Aggregate planning and forecasting in make-to-order production systems. International Journal of Production Economics, 170, 521-528.

Gansterer, M.; Almeder, C. & Hartl, R. F. (2014). Simulation-based optimization methods for setting production planning parameters. International Journal of Production Economics, 151, 206-213.

Grimson, J. A. & Pyke, D. F. (2007). Sales and Operations Planning: an exploratory study and framework. International Journal of Logistics Management, 18 (3), 322-346.

Guillaume, R.; Grabot, B. & Thierry, C. (2013). Management of the risk of backorders in a MTO-ATO/MTS context under imperfect requirements. Applied Mathematical Modelling, 37, 8060-8078.

Kralik, L. S. & Fogliatto, F. S. (2016). Método para implementação de Planejamento de Vendas e Operações (S&OP) aplicado em empresa do ramo automotivo. Revista Produção Online, 16 (3), 781-800.

Lema, X. B. R. (2010). Estrutura de gestão baseada no processo S&OP: Estudo de caso de uma empresa cosmética. Dissertação de Mestrado, Universidade Federal de Pernambuco, Recife, Brasil.

Lim, L. L.; Alpan, G. & Penz, B. (2014). Reconciling sales and operations management with distant suppliers in the automotive industry: A simulation approach. International Journal of Production Economics, 151, 20-36.

Lim, L. L.; Alpan, G. & Penz, B. (2016). A simulation-optimization approach for sales and operations planning in build-to-order industries with distant sourcing: Focus on the automotive industry. Computers & Industrial Engineering.

Maani, K. E. & Cavana, R. Y. (2000). System thinking and modeling: understanding change and complexity. New Zealand: Pearson education.

Noroozi, S. & Wikner, J. (2017). Sales and operations planning in the process industry: a literature review. International Journal Production Economics, 188, 139-155.

Pandin, F. J.; Pereira, N. A. & Politano, P. R. (2012). Modelo quantitativo para avaliação e melhoria de desempenho do processo de S&OP baseado no diagnóstico e redução de falhas. Gestão & Produção, 19 (2), 361-375.

Pedroso, C. B. & Silva, A. L. (2015). Dinâmica de implantação do Sales and Operations Planning: principais desafios. Revista Gestão & Produção, 22 (3), 662-677.

Pedroso, C. B.; Silva, A. L. & Tate, W. L. (2016). Sales and Operations Planning (S&OP): Insights from a multi-case study of Brazilian Organizations. International Journal of Production Economics, 182, 213-229.

Sampieri, R. H.; Collado, C. F. & Lucio, M. P. B. (2013). Metodologia de Pesquisa. Porto Alegre: Penso.

Senge, P. M. & Sterman, J. D. (1992). Systems thinking and organizational learning: acting locally and thinking globally in the organization of the future. European Journal of Operational Research, 59, 137-150.

Silva, A. L.; Esteves, F. M. & Pedroso, C. B. (2012). Processo de sales and operation planning (S&OP) em uma indústria do segmento de eletro-eletrônico: um estudo de caso. Anais do SIMPOI, Brasil, 1-16.

Slack, N.; Chambers, S. & Johnston, R. (2002). Administração da Produção. São Paulo: Atlas.

Slack, N.; Chambers, S.; Johnston, R. & Betts, A. (2013) Gerenciamento de Operações e de Processos: Princípios e práticas de impacto estratégico. Porto Alegre: Bookman.

Souza, A. A.; Avelar, E. A.; Boina, T. M. & Raimundini, S. L. (2010). Análise da aplicabilidade do time-driven activity-based costing em empresas de produção por encomenda. Revista Universo Contábil, 6 (1), 67-84.

Sterman, J. D. (2000). Business dynamics: system thinking and modeling a complex world USA: McGraw Hill.

Swain, J. A.; Maloni, M.; Bower, P. & Mello, J. (2016). Antecedents to effective sales and operations planning. Industrial Management & Data Systems, 116 (6), 1279-1294.

Thomé, A. M. T.; Scavarda, L. F.; Fernandez, N. S. & Scavarda, A. J. (2012a). Sales and operations planning: a research synthesis. International Journal of Production Economics, 138 (1), 1-13.

Thomé, A. M. T.; Scavarda, L. F.; Fernandez, N. S. & Scavarda, A. J. (2012b). Sales and operations planning and the firm performance. International Journal of Productivity and Performance Management, 61 (4), 359-381.

Wallace, T. F. (2004). Sales & Operations Planning: the how-to handbook, Cincinnati: T. F. Wallace & Company.




DOI: https://doi.org/10.7769/gesec.v10i3.890

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2019 Jean Carlos Domingos, Claúdio Augusto Dias Filho, Cristiano Henrique Antonelli da Veiga

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Sem derivações 4.0 Internacional.

GeSec - Revista de Gestão e Secretariado | São Paulo, São Paulo, Brasil | e-ISSN:2178-9010

Para referências:

R. G. Secr., GESEC.

Licença Creative Commons
Esta Revista está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.

Desenvolvido por:

Logomarca da Lepidus Tecnologia