Perfil sociodemográfico e acadêmico dos estudantes de Turismo em duas universidades públicas no sul do Brasil

SIMONE PORTELLA TEIXEIRA DE MELLO, Gustavo da Rosa Borges, Patrícia Schneider Severo, Luís Felipe Freitas Becker

Resumo


O turismo é uma área do conhecimento atrativa. Muitos jovens veem na profissão de turismólogo ou bacharel em turismo uma oportunidade de ampliar horizontes, conhecer novas culturas, outros idiomas, de emprego e de geração de renda. Este estudo tem como objetivo conhecer o perfil sociodemográfico e acadêmico de alunos da graduação em Turismo no extremo sul do Brasil. Para tanto, realizou-se um estudo descritivo, predominantemente quantitativo, por meio de dados primários junto aos estudantes do curso superior em turismo vinculados à Universidade Federal de Pelotas (UFPel) e à Universidade Federal do Pampa (UNIPAMPA - Campus Jaguarão). Elaborou-se um questionário estruturado contendo questões referentes ao gênero, idade, renda familiar, naturalidade, forma de ingresso na universidade, semestre que estão cursando, estágios, trabalho, reprovação em disciplinas, previsão de conclusão e motivos de escolha e possível desistência do curso. O perfil traçado na pesquisa revela, entre outros aspectos, que mulheres jovens são predominantes. Parte dos estudantes são oriundos de escola pública e nasceram na mesma cidade onde estudam atualmente. Predomina aqueles que ingressaram na universidade por ampla concorrência, seguidos por cotistas com renda familiar bruta per capita igual ou inferior a 1,5 salário mínimo e posteriormente o por estudantes do estrato que cursaram integralmente o ensino médio em escolas públicas. De modo geral veem no curso de Turismo novas possibilidades de conhecimento, mas não necessariamente de empregabilidade. Os achados da pesquisa inferem que o ingresso no curso superior parece ser mais atrativo do que vislumbrar o ingresso no curso realmente desejado.


Palavras-chave


Turismo. Perfil estudante turismo; Ensino Superior; Curso de turismo

Texto completo:

PDF

Referências


Andifes (2016). Associação Nacional dos Dirigentes das Instituições Federais de Ensino Superior. Perfil Socioeconômico e Cultural dos Estudantes de Graduação das Instituições Federais de Ensino Superior Brasileiras. Recuperado em 10 março, 2018, de http://www.andifes.org.br/?s=perfil+2016

Araujo, C. R. M., stigliano, B.V. (2010, julho). O Perfil do Bacharel em Turismo: a primeira turma de egressos do Curso de Bacharel em Turismo da Universidade Federal de São Carlos. VI Seminário em Pesquisa em Turismo do Mercosul (SEMINTUR), Caxias do Sul, RS, Brasil. Recuperado em 26 setembro, 2018, de https://www.ucs.br/ucs/eventos/seminarios_semintur/semin_tur_6/arquivos/01/O%20perfil%20do%20bacharel%20em%20turismo%20a%20primeira%20turma%20de%20egressos.pdf

Barros, A. J. S. (2007). Fundamentos de metodologia científica. (3a ed.). São Paulo: Pearson Prentice Hall.

De Faria, R. R., Weber, L. N. D., Ton, C. T. (2012). O estresse entre vestibulandos e suas relações com a família e a escolha profissional. Psicologia Argumento, 30(68), 43-52. Recuperado em 26 setembro, 2018, de https://periodicos.pucpr.br/index.php/psicologiaargumento/article/view/19893/19193

Dos Santos, L. M. M. (2005). O papel da família e dos pares na escolha profissional. Psicologia em Estudo, 10(1), 57-66. Recuperado em 26 setembro, 2018, de http://www.scielo.br/pdf/pe/v10n1/v10n1a07.pdf

Ferreira, J. B. et al. (2012). Motivadores de compra nos aeroportos brasileiros: uma tipologia para o consumidor em aeroportos. Revista Brasileira de Pesquisa em Turismo, 6(1), 32-47. Recuperado em 26 setembro, 2018, de https://rbtur.org.br/rbtur/article/view/486

Kiraz, Z. (2014). Investigating the University Student's Problems Faced in University Life: A Sample of Turkey. Procedia - Social and Behavioral Sciences, 116(1), 4905-4909. Retrieved in 26 September, 2018, from https://www.sciencedirect.com/science/article/pii/S1877042814010647

Klein, A. Z., Silva, L. V. Da, & Machado, L. (2015). Metodologia de pesquisa em administração: uma abordagem prática. São Paulo: Atlas.

Kobus, M. B. W., Van Ommeren, J. N., Rietveld, P. (2015). Student commute time, university presence and academic achievement. Regional Science and Urban Economics, 52(1), 129-140. Retrieved in 26 September, 2018, from https://www.sciencedirect.com/science/article/pii/S0166046215000216

Larsson, J. P., Wennberg, K., Wiklund, J., & Wright, M. (2017). Location choices of graduate entrepreneurs. Research Policy, 46(8), 1490-1504.. Retrieved in 26 September, 2018, from https://www.sciencedirect.com/science/article/pii/S0048733317301166

Mckendry, S., Wright, M., Stevenson, K. (2014). Why here and why stay? Students' voices on the retention strategies of a widening participation university. Nurse education today, 34(5), 872-877. Retrieved in 26 September, 2018, from https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/24090617

Mello, S. P. T., Melo, P. A., Mello Filho, R. T. M. (2015). Estudando a evasão no ensino tecnológico em uma instituição de ensino superior no sul do Brasil. EccoS – Revista Científica, (37), 181-196. Recuperado em 26 setembro, 2018, de http://www.redalyc.org/pdf/715/71543111011.pdf

Mondini, V. E. D., Mondini, L. C., Borges, G. da R., & Domingues, M. J. C. de S. (2014). Instituições de ensino superior a distância: análise dos motivos de escolha. Revista Meta: Avaliação, 6(16), 71-84.. Recuperado em 26 setembro, 2018, de http://revistas.cesgranrio.org.br/index.php/metaavaliacao/article/view/212

Mtika, P., Gates, P. (2011). What do secondary trainee teachers say about teaching as a profession of their “choice” in Malawi? Teaching and Teacher Education, 27(2), 424-433. Retrieved in 26 September, 2018, from https://www.sciencedirect.com/science/article/pii/S0742051X10001630

Oliveira, J. S. A., Enders, B. C., Menezes, R. M. P., Medeiros, S.M. (2009). O estágio extracurricular remunerado no cuidar da enfermagem nos hospitais de ensino. Revista Gaúcha de Enfermagem, 30(2), 311-318. Recuperado em 26 setembro, 2018, de http://seer.ufrgs.br/RevistaGauchadeEnfermagem/article/view/5851

Paiva, K. C. M. De, Dutra, M. R. S., Oleto, A. (2017). Contribuições do Curso de Turismo para a Formação de Competências Profissionais: estudo longitudinal e comparativo com alunos de duas IES brasileiras. Caderno Virtual de Turismo, 17(2), 148-161. Recuperado em 26 setembro, 2018, de http://www.ivt.coppe.ufrj.br/caderno/index.php/caderno/article/view/1196

Pimentel, T. D., De Paula, S. C. (2014). A inserção profissional no mercado de trabalho face às habilidades adquiridas na formação superior em turismo. Revista de Turismo Contemporâneo, 2(1). Recuperado em 26 setembro, 2018, de https://periodicos.ufrn.br/turismocontemporaneo/article/view/5474/0

Rauduvaitė, A., Lasauskienė, J. (2013). Factors Determining Personal Career Planning and Choices of Profession among Future Teachers of Music. Procedia - Social and Behavioral Sciences, (83), 175-179. Retrieved in 26 September, 2018, from https://www.sciencedirect.com/science/article/pii/S1877042813010641

Rissi, M. C., Marcondes, M. A. S. (2011). Estudo sobre a reprovação e retenção nos Cursos de Graduação (Estudo/2003), Londrina, PR, Universidade Estadual de Londrina. Recuperado em 26 setembro, 2018, de http://www.uel.br/proplan/LIVRO_CD_COMPLETO_Retencao_reprovacao.pdf

Rossatto, C., dos Santos Matthes, F. P., de Ávila, G. D. O. L., Protas, J. T., Barros, M. L., & Garcia, T. E. M. Curso de Bacharelado em Turismo da UFPel: características do perfil dos acadêmicos e suas expectativas.. V Seminário em Pesquisa em Turismo do Mercosul (SEMINTUR), Caxias do Sul, RS, Brasil. Recuperado em 26 setembro, 2018, de https://www.ucs.br/site/midia/arquivos/curso_de_bacharelado_em_turismo.pdf

Rots, I., Aelterman, A., Devos, G., & Vlerick, P. (2010). Teacher education and the choice to enter the teaching profession: A prospective study. Teaching and Teacher Education, 26(8), 1619-1629.. Retrieved in 26 September, 2018, from https://www.sciencedirect.com/science/article/pii/S0742051X10000946

SEBRAE (2017). Estudo de mercado - O panorama de agências de viagens e operadores turísticos no Brasil. Recuperado em 26 setembro, 2018, de http://www.sebrae.com.br/sites/PortalSebrae/bis/o-panorama-de-agencias-de-viagens-e-operadores-turisticos-no-brasil,fefff76ff144b510VgnVCM1000004c00210aRCRD

Soares, D. H. P. (2002). A escolha Profissional (2a ed.). São Paulo: Grupo Editorial Summus.

Teixeira, M. A. P. (2002). A experiência de transição entre a universidade e o mercado de trabalho na adultez jovem. Tese de doutorado, Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), Porto Alegre, RS, Brasil. Recuperado em 26 setembro, 2018, de https://lume.ufrgs.br/handle/10183/4007

Trigo, L. G. G. (2015). Regulamentação profissional em turismo: um erro histórico. Revista Turismo: Estudos e Práticas, 4(2), 96-106. Recuperado em 26 setembro, 2018, de http://periodicos.uern.br/index.php/turismo/article/view/1684

Universidade Federal de Pelotas (UFPel). PAVE - Programa de Avaliação da Vida Escolar. Recuperado em 26 setembro, 2018, de https://wp.ufpel.edu.br/pave/

Xavier, T. R., Azevedo, J. B., Wittmann, M. L., Inácio, R. O., Treptow, I. C., Cruz, A. C. (2013, setembro). A criação de free-shops como estratégia de atração de consumidores internacionais. Anais do VI Seminário Internacional sobre Desenvolvimento Regional, Santa Cruz do Sul, RS, Brasil. Recuperado em 26 setembro, 2018, de https://www.unisc.br/site/sidr/2013/Textos/242.pdf

Yu, B., Zhang, J., LI, X. (2017). Dynamic life course analysis on residential location choice. Transportation Research Part A: Policy and Practice, 104(1), 281-292. Retrieved in 26 September, 2018, from https://www.sciencedirect.com/science/article/pii/S0965856416302464




DOI: https://doi.org/10.7769/gesec.v10i2.869

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2019 SIMONE PORTELLA TEIXEIRA DE MELLO, Gustavo da Rosa Borges, Patrícia Schneider Severo, Luís Felipe Freitas Becker

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Sem derivações 4.0 Internacional.

GeSec - Revista de Gestão e Secretariado | São Paulo, São Paulo, Brasil | e-ISSN:2178-9010

Para referências:

R. G. Secr., GESEC.

Licença Creative Commons
Esta Revista está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.

Desenvolvido por:

Logomarca da Lepidus Tecnologia