A Atuação dos(as) Secretários(as) na Gestão dos Programas de Pós-Graduação Stricto Sensu do Sul do Brasil

Silvia Adriana da Silva Soares, Evaldo Luis Pauly

Resumo


O artigo discute sobre a atuação dos profissionais do secretariado no contexto da gestão dos Programas de Pós-graduação (PPG) em Educação na região Sul do Brasil. A pesquisa teve como objetivo investigar a atuação profissional dos secretários ou secretárias dos Programas de Pós-graduação em Educação da Região Sul do Brasil de modo a reunir informações que pudessem dar visibilidade à ação destes profissionais do Secretariado. Da mesma forma, busca subsidiar uma reflexão desses profissionais e dos próprios programas acerca de suas práticas laborais, visando ao aprimoramento dos processos e práticas de gestão no âmbito da Pós-graduação stricto sensu em educação a partir da visão da Secretaria. A metodologia consistiu na realização de um levantamento tipo survey exploratório-descritivo. A pesquisa se justificativa porque a gestão do capital humano dedicado à produção da pesquisa no contexto da pós-graduação não tem sido analisada sob o ponto de vista das competências dos/as Secretários/as. Como resultados, apresentamos à comunidade acadêmica e tecemos breves reflexões sobre uma primeira lista com as principais atividades realizadas pelos/as secretários/as em relação aos quesitos da Plataforma Sucupira que subsidia o sistema de avaliação da Pós-graduação em Educação no Brasil.


Palavras-chave


Gestão da Pós-Graduação; Capital humano; Competências dos Secretários

Texto completo:

PDF

Referências


Andrietta, J. M. & Miguel, P. A. C. (2007, maio-ago.). Aplicação do programa Seis Sigma no Brasil: resultados de um levantamento tipo survey exploratório-descritivo e perspectivas para pesquisas futuras. Gestão & Produção, 14(2), 203-219.

Anped Sul (2015). Fórum de Secretários(as) de Programas de Pós-graduação em Educação da região Sul. Recuperado em 6 de maio de 2015, de .

Barbosa, J. P. P. & Campanhol, E. M. (2006). A indústria de confecção de Passos/MG e a capacitação de sua mão de obra. REA - Revista Eletrônica de Administração. Recuperado em 21 de maio de 2015, de .

Capes - Coordenação de aperfeiçoamento de nível superior. (2014). Mestrados/Doutorados Reconhecidos. Recuperado em 9 de abril de 2014, de .

Capes. Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (2014). História e Missão. Recuperado em 18 de abril de 2014, de http://www.capes.gov.br/sobre-a-capes/historia-e-missao.

Capes. Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. (2014). Educação Documento de Área e Comissão. Recuperado em 4 de maio de 2014, de .

Capes. Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. (2014). Caracterização do Sistema de avaliação da Pós-graduação. Recuperado em: 7 de setembro de 2014, de .

Caravantes, G. R. (2002). O ser total: talentos humanos para o novo milênio (2a ed.). Porto Alegre: AGE.

Chiavenato, I. (2006). Recursos Humanos: O capital humano das organizações (8a ed.). São Paulo: Editora Atlas S.A.

Chiavenato, I. (2010). Administração Geral e Pública. Serie Provas e Concursos. (6ª reimpressão). Rio de Janeiro: Elsevier.

Creswell, J. W. (2010). Projeto de pesquisa: Métodos qualitativo, quantitativo e misto. Tradução Magda Lopes; consultoria, supervisão e revisão técnica desta edição Dirceu da Silva. (3a ed.). Porto Alegre: Artmed.

Cury, C. R. J. (2005, set./out./nov./dez.). Quadragésimo ano do parecer CFE nº 977/65. Revista Brasileira de Educação, Rio de Janeiro, (30), pp.7-20.

Dalmoro, M., & Vieira, K. M. (2013) Dilemas na construção de escalas tipo Likert: o número de itens e a disposição influenciam nos resultados? RGO Revista Gestão Organizacional, Chapecó/SC, 6 (edição especial). Recuperado em 7 de agosto, 2017, de .

Freire, P. (1979). Educação e mudança (2a ed.). Rio de Janeiro: Paz e Terra. (Educação e comunicação).

Freitas, H.; Oliveira, M.; Sacco, A. Z., & Moscarola, J. (jul./set. 2000). O método de pesquisa survey. Revista de Administração, 35(3), 105-112. Recuperado em 6 de agosto, 2017, de .

Guterres, C. R. J. (2002). A Faculdade Interamericana de Educação. Cadernos de Educação Especial, (1)19. Santa Maria. Recuperado em 18 de abril, 2014, de .

Melo, P. A. (2012). Qualificações, competências, desafios e perspectivas dos profissionais que atuam nas secretarias de programas de Pós-graduação em Educação. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra). Caxias do Sul/RS, Brasil; Evento: VII Fórum de Secretários de Programas de Pós-graduação em Educação; Inst. promotora/financiadora: Universidade Caxias do Sul. Informação do Lattes: .

Menegat, J. & Colossi, N. (2009, jul/dez.). Gestão do capital humano em Instituições de Ensino Superior. Dialogo, Canoas, 15, 73-88.

Silva, A. A. da & Oliveira, E. C. W. L. (2009, jun.) Gestão de Pessoas: Uma abordagem sobre os programas de incentivos nas organizações. Revista Multidisciplinar da Uniesp. Saber Acadêmico, Presidente Prudente, (7). Recuperado em 11 de maio, 2015, de .

Silva, C. D. da (2011) Gestão Educacional: Um estudo de caso na rede La Salle. Dissertação de mestrado. Programa de Pós-graduação em Educação do Unilasalle. Recuperado em 11 de maio, 2015, de

PDI – Unilasalle (2015). Plano de Desenvolvimento Institucional, 2014-2018. Recuperado em 2 de fevereiro de 2015, de .

Sucupira, N. (Relator) (2005). Parecer CFE nº 977/65, aprovado em 3 dez. 1965. Revista Brasileira de Educação, Rio de Janeiro, (30) 162-173. Recuperado em 20 de janeiro, 2015, de .

Yin, R. K. (2006). Estudo de caso: planejamento e métodos (3a ed.). Porto Alegre: Bookman.




DOI: https://doi.org/10.7769/gesec.v9i2.666

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2018 Silvia Adriana da Silva Soares, Evaldo Luis Pauly

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Sem derivações 4.0 Internacional.

GeSec - Revista de Gestão e Secretariado | São Paulo, São Paulo, Brasil | e-ISSN:2178-9010

Para referências:

R. G. Secr., GESEC.

Licença Creative Commons
Esta Revista está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.

Desenvolvido por:

Logomarca da Lepidus Tecnologia