ESPIRITUALIDADE NO AMBIENTE DE TRABALHO: ESTUDO BIBLIOMÉTRICO DA PRODUÇÃO ACADÊMICA NACIONAL 2010-2014

Ana Célia Carneiro da Silva, Daniela Giareta Durante, Fabiana Regina Veloso Biscoli

Resumo


O presente estudo tem por objetivo analisar as características da produção brasileira sobre a espiritualidade no ambiente de trabalho (EAT), do período 2010-2014, no que diz respeito ao enfoque temático, às características de autoria e aspectos metodológicos. Trata-se de uma pesquisa descritiva, qualitativa e bibliográfica, com o uso do método bibliométrico e a técnica descritiva de análise de conteúdo. A coleta de dados foi realizada nos periódicos brasileiros classificados nos estratos A1, A2, B1, B2 e B3 pelo sistema WebQualis Capes, área de Administração, Contabilidade e Turismo e nos eventos E1 e E2. Foi constatada que a produção da EAT versa sobre a aplicabilidade nas organizações, novas formas de controle das pessoas em situação de trabalho, percepção sobre as práticas, produção acadêmica e a relação com valores humanos e comprometimento organizacional. Quanto à autoria, se destaca o vínculo com a Universidade Federal de Pernambuco e a titulação em stricto sensu. Nos aspectos metodológicos, há a preferência por estudos qualitativos e bibliográficos. Evidenciou-se o crescimento na quantidade de produções, mas, mesmo assim, se faz necessária maior exploração da temática no meio acadêmico.


Palavras-chave


Espiritualidade no ambiente de trabalho. Comportamento organizacional. Bibliometria.

Texto completo:

PDF

Referências


Araújo, C. A. (2006). Bibliometria: evolução histórica e questões atuais. Em Questão, 12(1), 11-32. Recuperado em 15 dezembro, 2014, de http://www.revistas.univerciencia.org/index.php/revistaemquestao/article/viewFile/3707/3495.

Bardin, L. (1977). Análise de conteúdo. Lisboa: Edições 70.

Barreto, T. F., Thompson, A. C. R. T. F., & Feitosa, M. G. G. (2010, setembro). Mapeamento da Produção Acadêmica Nacional em Espiritualidade no Ambiente de Trabalho: o Brasil em desenvolvimento tardio? Anais dos Seminários de Administração, São Paulo, Brasil, 13.

Barreto, T. F., Thompson, A. C. R. T. F., Bastos, B.E.N., & Feitosa, M. G. G. (2011, outubro). Além da visão romântica: desvelando os potenciais aspectos nocivos da Espiritualidade no ambiente de trabalho. Anais dos Seminários de administração, São Paulo, Brasil, 14.

Bell, E., & Taylor, S. (2004). A exaltação do trabalho: o poder pastoral e a ética do trabalho na nova era. Revista de Administração de Empresas, 44(2), 64-78. Recuperado em 06 março, 2015 de: http://rae.fgv.br/rae/vol44-num2-2004/exaltacao-trabalho-poder-pastoral-etica-trabalho-nova-era

Chanlat, J. F. (Coord.) (1996). O indivíduo na organização: dimensões esquecidas (Vol. 1, 3a ed.) São Paulo: Atlas.

Dias, R. (2013). Cultura organizacional: construção, consolidação e mudanças (1a ed.). São Paulo: Atlas.

Ferreira, N. S. A. (2002). As pesquisas denominadas “estado da arte”. Educação e sociedade, 23(79), 257-272.

Fiorentini, D., & Lorenzato, S (2006). Investigação em educação matemática: recursos teóricos e metodológicos. Campinas: Autores Associados.

Gil, A. C. (2002). Como elaborar projetos de pesquisa (4a ed.). São Paulo: Atlas.

Goldenberg, M. (2004). A arte de pesquisar: como fazer pesquisa qualitativa em ciências sociais (8a ed.) Rio de Janeiro: Record.

Guillory, W. A. (2002). A empresa viva: espiritualidade no local de trabalho. São Paulo: Cultrix.

Mackey, J., & Sisodia, R. (2014). Capitalismo consciente: como libertar o espírito heroico dos negócios (1a ed.). São Paulo: HSM Editora.

Marconi, M. A., & Lakatos, E. M. (2003). Fundamentos de metodologia científica (5a ed.). São Paulo: Atlas.

Marconi, M. A., & Lakatos, E. M. (2007). Metodologia científica (5a ed.). São Paulo: Atlas.

Maximiano, A. C. A. (2004). Introdução à administração (6a ed.). São Paulo: Atlas.

Minayo, M. C. S. (Org.). (2009). Pesquisa social: teoria, método e criatividade (28a ed.). Rio de Janeiro: Vozes.

Nucci, C. (2007). O espírito (das) nas empresas. Revista da ESPM, 14(1), 28-34. Recuperado em 06 março, 2015, de: http://arquivo.espm.br/revista/Janeiro_2007/#2/z

Penteado, J. R. W. (Org.). (2007). Mesa redonda sobre a espiritualidade na empresa. Revista da ESPM, 14(1), 28-34. Recuperado em 05 abril, 2015, de: http://arquivo.espm.br/revista/Janeiro_2007/#2/z

Rego, A., Cunha, M. P., & Souto, S. (2007). Espiritualidade nas organizações e comprometimento organizacional. RAE-eletrônica, 6(2). Recuperado em 06 março, 2015, de: http://www.scielo.br/pdf/raeel/v6n2/v6n2a03.pdf

Robbins, S. P. (2007). Comportamento organizacional (11a ed.). São Paulo: Prentice Hall.

Robbins, S. P. (2009). Fundamentos do comportamento organizacional (8a ed.). São Paulo: Prentice Hall.

S, R. R. (2008). Espiritualidade e religião no trabalho: possíveis implicações para o contexto organizacional. Psicologia ciência e profissão, 28, 768-778. Recuperado em 16 abril, 2015, de: http://www.scielo.br/pdf/pcp/v28n4/v28n4a09.pdf.

Siqueira, D. E. (2008). O labirinto religioso ocidental: da religião à espiritualidade, do institucional ao não convencional. Sociedade e estado, 23(2), 425-462. Recuperado em 16 abril, 2015, de: http://www.scielo.br/pdf/se/v23n2/a08v23n2

Santaella, L. (2001). Comunicação e pesquisa: projetos para mestrado e doutorado. São Paulo: Hacker editores.

Vanti, N. A. (2002). Da bibliometria à webometria: uma exploração conceitual dos mecanismos utilizados para medir o registro da informação e a difusão do conhecimento. Ciência da informação, 31(2), 152-162. Recuperado em 22 abril, 2015, de: http://www.cin.ufpe.br/~ajhol/futuro/references/03%23_Da%20bibliometria%20%E0%20webometria_12918.pdf

Vasconcelos, A. F. (2007). Espiritualidade no ambiente de trabalho: muito além do fad-management? Revista da ESPM, 14(1), 28-34. Recuperado em 06 março, 2015, de: http://arquivo.espm.br/revista/Janeiro_2007/#2/z

Zohar, D. (2001, julho 27). Deus e negócios. Revista Exame, 745, pp. 1-5. Recuperado em 05 abril, 2015, de: http://exame.abril.com.br/revista-exame/edicoes/745/noticias/deus-e-negocios-m0052782




DOI: http://dx.doi.org/10.7769/gesec.v8i2.594

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2017 Ana Célia Carneiro da Silva, Daniela Giareta Durante, Fabiana Regina Veloso Biscoli

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Sem derivações 4.0 Internacional.

Revista de Gestão e Secretariado - GeSeC e-ISSN:2178-9010

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.

Desenvolvido por:

Logomarca da Lepidus Tecnologia