A importância da gestão da informação para a atuação profissional do Secretário Executivo – uma revisão de literatura nacional integrativa

Nuriane Santos Montezano, Rosália Beber de Souza, Odemir Vieira Baeta

Resumo


O artigo apresenta a realidade do novo profissional de Secretariado Executivo e sua relação com o Sistema de Informação Estratégico. Todos os conceitos foram trabalhados tendo como base a revisão de literatura nacional integrativa. O objetivo foi o de verificar qual a importância do gerenciamento da informação e sua aplicabilidade ao contexto do profissional de Secretariado Executivo. A discussão e reflexão teórica resultaram que o atual profissional de Secretariado Executivo se encontra preparado para a nova dinâmica organizacional ao incorporar tecnologicamente a execução do gerenciamento de informações em seu contexto. Esta é mais uma atribuição que lhe confere e confirma o seu caráter multifuncional como um dos importantes gestores de informações no processo decisório das organizações.


Palavras-chave


Secretariado Executivo; gestão da informação; gestão documental.

Texto completo:

PDF

Referências


Araújo, Eliany Alvarenga; Dias, Guilherme Atayde. (2005). Ciência da informação e biblioteconomia. In: OLIVEIRA, Marlene de. Ciência da informação e biblioteconomia: novos conteúdos e espaços de atuação. Belo Horizonte: UFMG.

Braga, Ascenção. (2009). A gestão da informação. Disponível em < http://www.arquivar.com.br/espaco_profissional/sala_leitura/artigos/Gestao_da_Informacao.pdf >. Acesso em: 07 mar.

Carvalho, Miréia Maria Joau de. (2005) Qual será o futuro dos cursos de Secretariado Executivo? Revista Acadêmica de Secretariado Executivo. Salvador, v. 1, n. 1.

Cendón, Maria Valadares, et al. (2005) Ciência da informação e biblioteconomia: novos conteúdos e conceitos. Belo Horizonte: UFMG.

Garcia, Edmeia, D’ELIA, Elizabete Silva. (2005) Secretária executiva. 1 ed. São Paulo: IOB-Thomson.

Le Coadic, Yves-François. (2004). A ciência da informação. 2 ed. Brasília: Briquet de Lemos, Tradução: Maria Yêda F. S. de Filgueiras Gomes.

Macedo, Neusa Dias de. (1996). Iniciação à pesquisa bibliográfica. 2 ed. São Paulo: Unimarco.

Marchiori, Patricia Zeni. (2009). A ciência da gestão de informação: compatibilidades no espaço profissional. Disponível em: < http://www.scielo.br/pdf/ci/v31n2/12910.pdf >. Acesso em: 10 mar.

Mcgee, James; Prusak, Laurence. (1994). Gerenciamento estratégico da informação - aumente a competitividade e a eficiência da sua empresa utilizando a informação como uma ferramenta estratégica. 17 ed. Rio de Janeiro: Elsevier.

Medeiros, João Bosco; Hernandes, Sonia. (2004). Manual da secretária. 9 ed. São Paulo: Atlas.

Mota, Francisca Rosaline Leite; Oliveira, Marlene. (2005). Formação e atuação profissional. In: Oliveira, Marlene de. Ciência da informação e biblioteconomia: novos conteúdos e espaços de atuação. Belo Horizonte: UFMG.

Neves, Maria da Conceição de Oliveira. (2007). Introdução ao secretariado executivo. Rio de Janeiro.

Oleto, Ronaldo Ronan. (2009). Percepção da qualidade da informação. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/ci/v35n1/v35n1a07.pdf >. Acesso em: 05 mar.

Oliveira, Marlene de. (2005). Origens e evolução da ciência da informação. In: Ciência da informação e biblioteconomia: novos conteúdos e espaços de atuação. Belo Horizonte: UFMG.

Palmisano, Ângelo; Rosini, Alessandro Marco. (2003). Administração de sistemas de informação e gestão do conhecimento. São Paulo: Thomson.

Paes, Marilena Leite. (1997). Arquivo: teoria e prática. 3 ed. Rio de Janeiro: FGV.

Rodrigues, Ana Marcia Lutterbach. (2009). A teoria dos arquivos e a gestão de documentos. Disponível em: < http://www.scielo.br/pdf/pci/v11n1/v11n1a09.pdf >. Acesso em: 05 mar.

Santos, Vanice dos; Candeloro, Rosana J. (2006). Trabalhos acadêmicos: uma orientação para pesquisa e normas técnicas. Porto Alegre: AGE.

Schellenberg, Theodore Roosevelt. (2002). Arquivos modernos: princípios técnicas. 2 ed. FGV.

Siqueira, Marcelo Costa. (2005). Gestão estratégica da informação. 1 ed. Rio de Janeiro: Brasport.

Sousa, Renato Tarciso Barbosa de. (2003). Os princípios arquivísticos e o conceito de classificação. In: Rodrigues, Georgete M.; LOPES, Iza (Org). Organização e representação do conhecimento. Brasília: Thesaurus, p. 240-271.




DOI: https://doi.org/10.7769/gesec.v6i2.356

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2018 Nuriane Santos Montezano, Rosália Beber de Souza, Odemir Vieira Baeta

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Sem derivações 4.0 Internacional.

GeSec - Revista de Gestão e Secretariado | São Paulo, São Paulo, Brasil | e-ISSN:2178-9010

Para referências:

R. G. Secr., GESEC.

Licença Creative Commons
Esta Revista está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.

Desenvolvido por:

Logomarca da Lepidus Tecnologia