Competências dos Secretários-Executivos de uma Universidade Pública Federal: Uma Análise a partir da Perspectiva dos Gestores

Fernanda Geremias Leal, Gabriela Gonçalves Silveira Fiates

Resumo


O presente estudo de caso, qualitativo e descritivo-interpretativo, visa analisar a percepção de gestores de uma Instituição Federal de Ensino Superior em relação às competências dos secretários-executivos e, assim, compreender de que forma as competências da profissão e do cargo foram adequadas ao contexto da Universidade e se é legítima a atual lotação desses profissionais. Nesse sentido, desenvolveu-se um estudo bibliográfico e documental acerca do conceito de competência, bem como dos conhecimentos, habilidades e atitudes típicas dos profissionais de Secretariado Executivo, o que viabilizou a realização de entrevistas semiestruturadas com treze dos quinze gestores onde há secretários-executivos lotados. A partir da análise de conteúdo, de modo geral, constatou-se que é legítima a participação do secretário-executivo na estrutura organizacional da Universidade, uma vez que, por conta do caráter multifuncional de sua carreira, várias são as possibilidades para o profissional nesse ambiente. Ainda assim, muitos poderiam ter suas competências potencializadas, de modo a gerar resultados mais alinhados aos objetivos organizacionais.

DOI: 10.7769/gesec.v4i3.216


Palavras-chave


Competência; Secretário-executivo; Universidade.

Texto completo:

PDF

Referências


Almeida, W. G.; Rogel, G. T. S. & Shimoura, A. S. (2010) Mudanças de paradigmas na gestão do profissional de Secretariado. Revista de Gestão e Secretariado. São Paulo. (Vol.. 1. n. 1. pp. 46-68. jan./jun.)

Brasil. Lei n. 7.377, de 30 de setembro de 1985.

_____. Lei n. 9.261, de 10 de janeiro de 1996.

_____. Lei n. 11.091, de 11 de janeiro de 2005. Plano de Carreiras dos cargos técnico-administrativos em educação.

Bortolotto, M. & Willers, E. (2005) Profissional de Secretariado Executivo: explanação das principais características que compõem o perfil. Revista Expectativa. (Vol. 4. n. 4).

Brandão, H.; Guimarães, T. (2001) Gestão de competências e gestão de desempenho: tecnologias distintas ou instrumentos de um mesmo constructo? Revista de Administração de Empresas (Vol. 41, n. 1, pp. 8-15).

Carvalho, A. Grisson (2002) Manual de Secretariado Executivo. São Paulo: Difusão Cultural do Livro.

Durand, T. (1998) Forms of incompetence. In: Fourth International Conference on Competence-Based Management. Oslo: Norwegian School of Management.

_____. (2000) L’alchimie de la compétence. Revue Française de Gestion (n. 127, pp. 84-102, jan./fév.)

Dutra, J; Hipólito, J. & Silva, C. (1998) Gestão de pessoas por competências: o caso de uma empresa do setor de telecomunicações. In: Encontro Anual da Anpad. 1998. Foz do Iguaçu: Anpad.

Fleury, A. & Fleury, M. T. L. (2001) Construindo o conceito de competência. Revista de Administração Contemporânea. (Edição Especial, pp. 183-196).

Godoi, A. (2006) Estudo de caso qualitativo. In: Godoi, C.; Bandeira-de-Melo, R. & Silva, A. Pesquisa qualitativa em estudos organizacionais: paradigmas, estratégias e métodos. São Paulo: Saraiva, pp. 115-146.

Isambert-Jamati, V. (1997) O apelo à noção de competência na revista L´orientation scolaire et profissionelle: da sua criação aos dias de hoje. Iopén: R, François & Tanguy, Lucie (orgs.). Saberes e competências: o uso de tais noções na escola e na empresa. Campinas: Papirus.

Le Boterf,G. ( 2003) Desenvolvendo a competência dos profissionais. Porto Alegre: Artmed Editora

_____. (1995) De la compétence – essai sur um attracteur étrange. In: Les éditions d’organisations. Paris: Quatrième Tirage.

Lima, S. (2005) Gestão por competências em organizações do governo. Brasília: Enap.

Martins, C.; Terra, P. Maccari, E. & Vicente, I. (2010) A formação do profissional em Secretariado Executivo no mercado de trabalho globalizado. Revista Gestão e Secretariado. (Vol.. 1, n. 1, p. 68-69, jan/jun. 2010) São Paulo.

Moreira, K. & Olivo, L. (2012) O profissional de Secretariado Executivo como mediador de conflitos. Revista de Gestão e Secretariado (Vol. 3. n. 1).

Oliveira, L. & Moraes, G. (2013) Panorama do cargo de Secretário Executivo na Universidade Federal de Santa Maria. XII SEMISEC.

Portela, K. Schumacher, A. (2006) Ferramentas do Secretário Executivo. Santa Cruz do Rio Pardo: Editora Viena.

Schwartz, I. (1990) De la qualification a la competence. Societé Française, n. 37, out., nov., dez. 1990, pp. 19-25.

Spencer, M. L. & Spencer, M. S. (1995) Competenza nel lavoro: Modeli per una performance superiori. Tradução de Romano Gasperoni. Milano: Franco Angeli.

Triviños, A. (1987) Introdução à pesquisa em Ciências Sociais: A pesquisa qualitativa em educação: O positivismo, a fenomenologia, o marxismo. São Paulo: Atlas.

UFSC (2013). Sistema Gestor de Capacitação – Programação Atual. Disponível em: < http://sgca.sistemas.ufsc.br/login.do?action=programacao>. Acesso em: 10 jul. 2013.

Vergara, S. (2010) Métodos de pesquisa em administração (4a ed.) São Paulo: Atlas.

Zarifian, P. (2008) Objetivo competência: por uma nova lógica. São Paulo: Atlas

_____. (2003) O modelo da competência: trajetória, desafios atuais e propostas. (2a ed.). São Paulo: Editora Senac.

______. (1999). Objectif compétence. Paris: Liaisons.




DOI: https://doi.org/10.7769/gesec.v4i3.216

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2018 Fernanda Geremias Leal, Gabriela Gonçalves Silveira Fiates

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Sem derivações 4.0 Internacional.

GeSec - Revista de Gestão e Secretariado | São Paulo, São Paulo, Brasil | e-ISSN:2178-9010

Para referências:

R. G. Secr., GESEC.

Licença Creative Commons
Esta Revista está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.

Desenvolvido por:

Logomarca da Lepidus Tecnologia