Adoção do teletrabalho em instituições de ensino durante a pandemia da covid-19

um estudo realizado com os servidores técnicos administrativos da Universidade Federal do Rio Grande – FURG

Autores

DOI:

https://doi.org/10.7769/gesec.v13i2.1282

Resumo

Em virtude das orientações sanitárias decorrentes da pandemia da COVID-19, muitas organizações se viram obrigadas a propiciar o distanciamento social para continuar as suas operações, destacando-se o teletrabalho como a principal alternativa. O serviço público federal e muito fortemente as universidades federais aderiram a esta modalidade, quase que de forma mandatória. Assim, buscou-se neste estudo analisar a adoção do teletrabalho em uma instituição pública de ensino superior na percepção dos seus técnicos administrativos. Realizou-se uma pesquisa survey, cujo questionário foi adaptado de Venkatesh et al. (2012), sendo disponibilizado de forma online a todos os servidores técnicos administrativos da universidade analisada. Os resultados apontaram a expectativa de esforço, as condições facilitadoras e a influência social como os aspectos mais bem avaliados pelos respondentes, seguidos pela expectativa de desempenho e satisfação do servidor com essa modalidade de trabalho. Quanto à aceitação de uso e sua intenção de continuidade de uso na instituição, ambas foram percebidas de forma positiva pelos respondentes. Identificou-se, ainda, que a aceitação de uso e a intenção de continuidade de uso do teletrabalho, mesmo após a pandemia, são influenciados especialmente pela satisfação do servidor com o teletrabalho (prazer em trabalhar nessa modalidade) e pela sua expectativa de desempenho (produtividade).

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Antônio Luís Ramos Lopes, Universidade Federal do Rio Grande - FURG

Possui graduação em Administração - Hab. Empresas pela Universidade Luterana do Brasil (2002), especialização em Gestão de Varejo pela Fundação Getúlio Vargas - FGV-EASP (2003) e mestrado profissional em Administração Pública pela Universidade Federal do Rio Grande (2021), PROFIAP-FURG. Atua como administrador na Universidade Federal do Rio Grande (campus São Lourenço do Sul). Tem experiência na área de Administração, com ênfase em Administração Pública, com interesse nos seguintes temas: adoção de TIC, teletrabalho e gestão pública.

Guilherme Lerch Lunardi, Universidade Federal do Rio Grande -FURG

Possui graduação em Administração - Hab. Empresas pela Universidade Federal do Rio Grande - FURG (1999), mestrado em Administração pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (2001) e doutorado em Administração pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (2008). Em 2013, fez pós-doutorado na Ecole des Hautes Etudes Commerciales de Montreal/Canadá (HEC-Montreal). É professor Associado III da Universidade Federal do Rio Grande e participa como professor permanente do Programa de Pós-Graduação em Administração da FURG - Mestrado Acadêmico em Administração (PPGA/FURG) e Mestrado Profissional em Administração Pública (PROFIAP/FURG). Tem experiência na área de Administração, com ênfase em Sistemas de Informação, atuando principalmente nos seguintes temas: impacto de TI, bancos, tecnologia de informação, governança de TI, TI Verde e Tecnologias da Informação aplicada à Saúde.

Downloads

Publicado

2022-08-02

Como Citar

Luís Ramos Lopes, A., & Lerch Lunardi, G. (2022). Adoção do teletrabalho em instituições de ensino durante a pandemia da covid-19: um estudo realizado com os servidores técnicos administrativos da Universidade Federal do Rio Grande – FURG. Revista De Gestão E Secretariado, 13(2), 26–54. https://doi.org/10.7769/gesec.v13i2.1282

Edição

Seção

Artigos