Empreendedorismo e secretariado executivo: uma proposição de reflexões críticas e de ações a partir de alunos estagiários e de organizações concedentes de estágios na área

Maria Christianni Coutinho Marçal, Jessica Melo Barbosa

Resumo


A pesquisa propõe explorar como o empreendedorismo constitui-se na formação do futuro secretário executivo a partir de alunos estagiários e dos seus supervisores de campo. Os conteúdos presentes no discurso empreendedor vêm se significando na área de secretariado executivo com o sentido de ampliar o perfil profissional do secretário, reposicionando-o como um profissional mais estratégico do que operacional na organização, entre outros aspectos que o artigo investigou. A pesquisa justifica-se devido às lacunas existentes entre a proposição teórica referente ao tema constante na formação acadêmica e a práxis relatada pelos estagiários no campo empírico em orientações de estágio. Diante disso, o pressuposto que embasa este artigo é o de que há a necessidade de se refletir criticamente a competência empreendedora na formação do futuro profissional de secretariado. Em termos metodológicos, trata-se de uma pesquisa qualitativa de cunho interpretativista que, ao final, propõe ações de intervenção para  ampliar os sentidos do termo tanto na teoria quanto na prática. O corpus foi construído através de normatizações legais, literatura da área e entrevistas semiestruturadas com supervisores de campo de estágio e estagiários. Como resultado, obteve-se, entre outros aspectos, que os sentidos atribuídos à relevância do empreendedorismo na formação profissional foram convergentes tanto na literatura quanto no mercado e também no discurso do futuro profissional. Entretanto, na prática, os estagiários não perceberam as organizações concedentes de estágio como ambientes incentivadores na formação dessa competência.


Palavras-chave


Empreendedorismo. Secretariado Executivo. Formação Profissional

Texto completo:

PDF

Referências


Barbosa, S. M. C., & Durante, D. G. (2013). Secretariado executivo e empreendedorismo: Realidade ou utopia? Revista de Gestão e Secretariado, 4(1), 56-74. Recuperado em 20 de novembro, 2017, de https://www.revistagesec.org.br/secretariado/article/view/143/pdf_1.

Bernardi, L. A. (2009). Manual de empreendedorismo e gestão: Fundamentos, estratégias e dinâmicas. São Paulo: Atlas.

Dornelas, J. C. A. (2005, 2008). Empreendedorismo: Transformando ideias em negócios (2a ed.). Rio de janeiro: Elsevier.

Dornelas, J. C. A. (2017). Empreendedorismo corporativo: Como ser empreendedor, inovar e se diferenciar em organizações estabelecidas. Rio de Janeiro: Elsevier.

Ferreira, P.G. G., & Mattos, P. L. C. L. (2003). Empreendedorismo e práticas nos cursos de graduação em administração: Os estudantes levantam o problema. Anais do Encontro da Associação Nacional de Pós-graduação e Pesquisa em Administração - ANPAD, Atibaia, SP, Brasil, 26. Recuperado em 27 de outubro, 2017, de http://www.anpad.org.br/~anpad/eventos.php?cod_evento=1&cod_evento_edicao=7&cod_edicao_subsecao=48&cod_edicao_trabalho=1746.

Filion, L. J. (1999). Empreendedorismo: Empreendedores e proprietários-gerentes de pequenos negócios. Revista de Administração, 34(2), 5-28. Recuperado em 12 de novembro, 2017, de http://www.spell.org.br/documentos/ver/18122/empreendedorismo--empreendedores-e-proprietarios-gerentes-de-pequenos-negocios/i/pt-br.

Ireland, R. D., Kuratko, D. F., & Covin, J. G. (2009). Conceptualizing corporate entrepreneurship strategy. Entrepreneurshiptheory and practice, 33(1), 19-46. Recuperado em 17 de maio, 2017, de https://www.researchgate.net/publication/227740069_Conceptualizing_Corporate_Entrepreneurship_Strategy.

Kuratko, D. F. (2016). Empreendedorismo: Teoria, processo, prática (10a ed.) (N. do Brasil, Trad.). São Paulo, SP: Cengagelearning.

Lima, D. H. (2006). O empreendedorismo na profissão de secretariado executivo: Um breve estudo do termo intra-empreendedorismo e da profissão de secretariado executivo no atual mercado de trabalho – Entrevista com executivos e secretárias executivas da Daimler Chrysler do Brasil. Monografia (Trabalho de Conclusão de Curso). Universidade Federal de Viçosa, Viçosa, MG, Brasil.

Lima, F. V. R., & Oliveira, L. N. M. (2016). As habilidades empreendedoras do secretário executivo como fator de crescimento profissional. XII Congresso Nacional de Excelência em Gestão e III Inovarse: Responsabilidade social aplicada, Rio de Janeiro, RJ, Brasil. Recuperado em 10 de outubro, 2017, de http://www.inovarse.org/sites/default/files/T16_032.pdf.

Moreira, K. D., & Olivo, L. C. C. (2012). O profissional de secretariado executivo como mediador de conflitos. Revista de Gestão e Secretariado, 3(1), 30-53. Recuperado em 12 de novembro, 2013, de http://revistagesec.org.br/ojs2.3.8/index.php/secretariado/article/view/62#.UpUUOMSkrzM.

Moreira, K. D., Santos, A. K., & Neto L. M. (2015). Profissional de secretariado executivo empreendedor: Um agente de mudança. Revista de Gestão e Secretariado, 6(1), 168-186. Recuperado em 17 de março, 2017, de https://www.revistagesec.org.br/secretariado/article/view/311/pdf_67.

Morris, M. H., Kuratko, D. F., & Covin, J. G. (2011). Corporate entrepreneurship and innovation. São Paulo, SP: Cengagelearning.

Moura, P.S., Cielo, I. D., & Schimidt, C. M. (2011). Formação empreendedora: Uma análise nos cursos de secretariado executivo. Revista do Secretariado Executivo, 7, 79-91. Recuperado em 20 de agosto, 2018, de http://seer.upf.br/index.php/ser/article/view/2328/1482.

Neiva, E. G., & D´Elia, M. E. S. (2009). As novas competências do profissional de secretariado (2a ed.). São Paulo: IOB. A. Thomson.

Orlandi, E. P. (2002). Análise de discurso: Princípios e procedimentos. Campinas, SP: Pontes.

Paes, R. V. O., Antunes, C. K. S., Santiago, C. S., & Zwiersikowski, M. R. (2015). Novas formas de atuação do profissional de secretariado executivo. Revista de Gestão e Secretariado, 6(1), 99-125. Recuperado em 27 de maio, 2018, de https://www.revistagesec.org.br/secretariado/article/view/318/pdf_64.

Paiva Júnior, F. G. (2004). O empreendedorismo na ação de empreender: Uma análise sob o enfoque da fenomenologia sociológica de Alfred Schultz (Tese de Doutorado em Administração), Centro de Pós-graduação e Pesquisas em Administração, Universidade Federal de Minas Gerais – UFMG, Belo Horizonte, MG, Brasil.

Resolução n.º 3, de 23 de junho de 2005. Institui as Diretrizes Curriculares Nacionais para o curso de graduação em Secretariado Executivo e dá outras providências. Diário Oficial da República Federativa do Brasil, Ministério da Educação, Brasília, DF, 4 de julho de 2005. Seção 1, página 20. Recuperado em 15 de novembro, 2017, de http://portal.mec.gov.br/cne/arquivos/pdf/rces003_05.pdf.

Schumpeter, J. A. (1942). A teoria do desenvolvimento econômico. São Paulo: Abril.

Schwandt, T. A. (2006). Três posturas epistemológicas para investigação qualitativa: Interpretativismo, hermenêutico e construcionismo social. In Denzin, N. K. (Org.). (2006). O planejamento da pesquisa qualitativa: teorias e abordagens. Porto Alegre: Artmed.

Ulrich, T. A., & Cole, G. S. (1987). Toward more effective training of future entrepreneurs. Jornal of Small Business Managements, 25(4), 32-9.

Uriarte, L. R. (2000). Identificação do perfil intraempreendedor (Dissertação de Mestrado). Programa de Pós-graduação em Engenharia de Produção, Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis, SC, Brasil. Recuperado em 13 de maio, 2018, de https://core.ac.uk/download/pdf/30359333.pdf.




DOI: https://doi.org/10.7769/gesec.v11i2.1057

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2020 Maria Christianni Coutinho Marçal, Jessica Melo Barbosa

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Sem derivações 4.0 Internacional.

GeSec - Revista de Gestão e Secretariado | São Paulo, São Paulo, Brasil | e-ISSN:2178-9010

Para referências:

R. G. Secr., GESEC.

Esta Revista está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações

Desenvolvido por:

Logomarca da Lepidus Tecnologia