Assessoramento remoto por meio de escritórios virtuais: uma categorização de serviços prestados

Raul Vitor Oliveira Paes, Cibelle da Silva Santiago

Resumo


O crescimento da profissão de secretário tem se materializado em outras formas de assessoria, com o intuito de acompanhar os novos modelos organizacionais que estão surgindo. Assim, é possível agregar valor a esta profissão a partir dos serviços que são prestados através dos Escritórios Virtuais. Nessa perspectiva, este trabalho tem como objetivo geral investigar os serviços prestados pelos assistentes remotos por meio de escritórios virtuais. A abordagem teórica foi centrada na assessoria e assessoramento virtual, bem como nos novos modelos organizacionais. A metodologia da pesquisa foi do tipo bibliográfica, exploratória e descritiva com a abordagem qualitativa. A coleta de dados foi feita com nove profissionais que atuam em escritório virtual, alcançados com questionário online da plataforma Google Forms, de forma que os dados foram analisados sob o método da análise de conteúdo de Bardin (2011). Os resultados mapearam os serviços mais oferecidos pelos escritórios virtuais secretariais, a saber: a) cadastro e atualização de clientes; b) organização de contas pessoais e profissionais em aplicativos de escritório ou com sistema online; c) organização de documentos para contabilidade; d) digitação, redação e revisão de documentos; e) gerenciamento de e-mails; f) elaboração de planilhas financeiras; g) elaboração de orçamentos diversos e h) consultoria e assessoria no planejamento e execução de eventos.


Palavras-chave


Assessoria. Trabalho remoto. Secretariado Executivo.

Texto completo:

PDF

Referências


Abreu, B. M. de, Castro, L. P. de, Lima, L. C. de, & Souza, E. C. P. (2019). As diferentes modalidades de trabalho no cotidiano secretarial: trabalho virtual versus modelo tradicional de assessoria. Refas – Revista Fatec Zona Sul, 5(3), p. 25–41.

Antunes, C. K. (2013). Consultoria secretarial: Uma nova visão de realidade. In: D’Elia, B; Amorim, M; Sita, M. Excelência no secretariado: A importância da profissão nos processos decisórios. Como assessorar e atingir resultados e pessoais com competência e qualidade. São Paulo: Ser Mais.

Barcellos, R. M. R. & Dellagnelo, E. H. L. (2013). Novas formas organizacionais: do dominante às ausências. Revista Pensamento Contemporâneo em Administração, 7(1), p. 01-16.

Bardin, L. (2011). Análise de conteúdo. (Tradução: Luís Antero Reto, Augusto Pinheiro). São Paulo: Edições 70.

Barros, C. M. P, Vasconcelos, L. S., Silva, J. S. da, Brito, D. G. S., & Silva Filho, M. C. da. (2012). A virtualidade no mundo do trabalho: um estudo sobre a atuação do secretário executivo virtual. Revista Expectativa, 11(11), p. 59 - 82.

Bioen, E. K., Cielo, I. D., Sanches-Canevesi, F. C., & Lima, J. de S. (2019). As novas configurações da profissão de secretariado no contexto da economia colaborativa: um estudo em coworking spaces do estado do Paraná. In: Encontro Nacional Acadêmico de Secretariado Executivo, 6., Viçosa. Anais eletrônicos. p. 1-19. Recuperado de: https://abpsec.com.br/vi-enasec/anais/, em: 1 dez. 2019.

Bleyer, L. K. (1999). Home-office: uma nova tendência na Administração. Revista de Ciências da Administração, 1(2), p. 97-98.

Cordeiro, R. & Giotto, O. T. (2009). Competências complementares: secretário executivo e administrador. Secretariado Executivo em Revist@, 5(1), 2009, p. 13-27.

Costa, T. P., Chizzoni, C. De C., & Vaz, C. de F. M. (2019). Secretários remotos ou in company: como se apresenta o mercado remoto para os profissionais de secretariado? Secretariado Executivo em Revist@, 15(1), p. 62-76.

Cavaglieri; M., Lopes, U. dos S., & Rosário, O. (2009). Gestão de arquivos e a importância de um profissional da informação: análise do cartório do 2º ofício de registro de imóveis. Revista ACB: Biblioteconomia em Santa Catarina, Florianópolis, 14(1), p.216-237.

Dellagnelo, E. L. & Silva, C. L. M. (2000). Novas formas organizacionais: onde se encontram as evidências empíricas de ruptura com o modelo burocrático de organizações? Organ. Soc., Salvador, 7(19), p. 19-33.

Fanzeres, N. & Lima, L. (2019). Evidências da Adaptação de Profissionais de Secretariado ao Trabalho Virtual. Revista de Gestão e Secretariado, 9(1), p. 42-64.

Ferrari, M. L. (2013). Plano de Negócios para uma Microempresa de Estampas em Camisetas e Brindes em Geral em Ijuí/RS. (Trabalho de Conclusão de Curso). Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul, Ijuí, RS, Brasil.

França, C. T. & Santos, L. M. H. dos. (2017). Análise sobre a contribuição da flexibilização do trabalho nas atividades do secretário executivo. In: Encontro Nacional Acadêmico de Secretariado Executivo, 5., São Paulo. Anais eletrônicos. p. 52-66. Recuperado de: http://abpsec.com.br/abpsec/enasec/anais-v-enasec.pdf, em: 14 mar. 2019.

Giorni, S. (2017). Secretariado, uma profissão. Belo Horizonte: Quantum Projetos.

Goldstein, T. S. (2012). Entre o conceito e a metáfora: a resiliência como abordagem do humano a partir da física dos materiais. O Mundo da Saúde, São Paulo, 36(2), p. 327-331.

Marreiros, A. V., Santos, F. T. F. dos, Viana, I. A. F., & Richene, W. C. F. (2016). Escritório Virtual no Amapá: nicho de mercado para secretário executivo. In: Congresso Nacional de Secretariado, 19., Brasília. Anais eletrônicos. Recuperado de: https://fenassec.com.br/anais-do-xix-congresso-nacional-de-secretariado.pdf, em 14 mar. 2019.

Medina, P. F. & Krawulski, E. (2015). Coworking como modalidade e espaço de trabalho: uma análise bibliométrica. Cadernos de Psicologia Social do Trabalho, 18(2), p. 181-190.

Mendonça, B. T., Campos, N. V., & Sousa, R. F. R. de. (2017). A assessoria virtual como possibilidade de atuação para o profissional de secretariado executivo. In: Encontro de Estudos e Pesquisas em Secretariado Executivo – ENEPES. 2., p. 57-69. Fortaleza. Anais eletrônicos. Recuperado de: https://docs.wixstatic.com/ugd/b43479_7c64bc30e84e4229979bede0f594a91e.pdf, em: 23 jul. 2019.

Ministério da Justiça. (2007). Análise da Gestão e Funcionamento dos Cartórios Judiciais. Brasília: PNUD: CEBEPEJ: DIREITO GV.

Moreira, K. D., Rodrigues, L. M. A., Vale, J. C. F. do, & Rosa, M. H. da. (2016). As Competências Contemporâneas do Secretário Executivo e a Relação Com as Competências do Middle Manager. Revista de Gestão e Secretariado, 7(1), p. 45-66.

Nonato Júnior, R. (2009). Epistemologia e Teoria do conhecimento em Secretariado Executivo: a Fundação das Ciências da Assessoria. Fortaleza: Expressão Gráfica.

Oliveira, S. A. (2011). Brevíssimo Tratado Conceitual da Assessoria: para entender o secretariado. Guarapuava: Editora Gráfica Ideal.

Oliveira, A. M., Silva, J. E. F. da, Santos, T. J., & Souza, E. C. P. (2017). Secretariado remoto: é possível conciliar a vida profissional com a vida pessoal? Revista Expectativa, 16(1), p. 1-19.

Paes, R. V. O., Antunes, C. K. de S., Santiago, C. da S., & Zwierzikowski, M. R. (2015). Novas formas de atuação do profissional de secretariado executivo. Revista de Gestão e Secretariado, 6(1), p. 99-125.

Ruiz, J. A. (2008). Metodologia do trabalho científico: Guia para eficiência nos estudos. 6. ed. 2 reimp. São Paulo: Atlas.

Severino, A. J. (2007). Metodologia do trabalho Científico. 23. Ed. São Paulo: Cortez.

Silva, J. F., Santiago, C. da S., & Paes, R. V. O. (2017). As práticas da assessoria através do escritório virtual. In: Congresso Internacional de Secretariado, 4., São Paulo. Anais eletrônicos. p. 129-144. Recuperado de: https://coins.com.br/wp-content/uploads/2018/05/Trabalho-21.pdf, em: 12 dez. 2019.

Souza, T., Moreira, K. D., & Martins, C. B. (2018). Teletrabalho: um segmento de atuação para o profissional de secretariado executivo. Revista Perspectivas Contemporâneas, 13(1), p. 1-17.

Valério, A. B., Teles Júnior, A. P., Viana, I. A. F., & Mello, S. G. de. (2016). Escritório Virtual: análise de viabilidade econômica e financeira de implantação em Macapá-PA, sob a atuação do secretário executivo. In: Encontro Nacional dos Estudantes de Secretariado, Mostra Científica de Secretariado, I Feira de Livros de Secretariado, II Jornada Catarinense em Secretariado. 8., p. 114-130, Florianópolis. Anais eletrônicos. Recuperado de: http://enesec2016.ufsc.br/2016/07/20/anais-do-viii-enesec/, em: 06 nov. 2016.




DOI: https://doi.org/10.7769/gesec.v11i1.1055

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2020 Raul Vitor Oliveira Paes, Cibelle da Silva Santiago

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Sem derivações 4.0 Internacional.

GeSec - Revista de Gestão e Secretariado | São Paulo, São Paulo, Brasil | e-ISSN:2178-9010

Para referências:

R. G. Secr., GESEC.

Esta Revista está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações

Desenvolvido por:

Logomarca da Lepidus Tecnologia