Revista de Gestão e Secretariado

A Revista Gestão e Secretariado – GESEC é uma publicação de caráter Técnico e Cientifico que visa ampliar a discussão e disseminação da temática de secretariado e áreas correlatas, resultante de pesquisas acadêmicas e profissionais. Sua linha editorial está assentada em temas que dizem respeito às áreas de gestão e de Processos Administrativos/Técnicos das organizações e instituições de ensino. A GeSeC pretende acumular pesquisas para se tornar uma referência em estudos acadêmicos em Secretariado.

Esse projeto editorial é resultado de uma parceria de pesquisadores pertencentes a diversos núcleos e grupos de estudos de secretariado existentes em universidades e no Comitê Estratégico do Sindicato das Secretárias e Secretários do Estado de São Paulo – SINSESP. A revista adquiriu a confiança e o efetivo envolvimento da comunidade científica tanto na apresentação de artigos como na elaboração de pareceres. As melhores práticas editoriais são adotadas, seguindo todas as recomendações e normas do QUALIS/CAPES e da plataforma digital – Serviço de Eletrônico de Editoração de Revistas - SEER, que opera todo o sistema.

A GeSec acolhe artigos em (português, inglês e espanhol) avaliados pelo sistema Double Blind Review (Avaliação por Pares), ou seja, os artigos serão avaliados por Pareceristas.



v. 5, n. 2 (2014): maio-agosto

Editorial Vol. 5 Nº 2 - 2014 (maio/agosto)

 

Uma das principais preocupações na Revista Gestão e Secretariado é a de contribuir para o fortalecimento e a disseminação dos resultados das pesquisas que envolvem o contexto do secretariado em suas mais variadas perspectivas. Assim, aproveito nesta edição para informar que a Revista Gestão e Secretariado, por intermédio da sua entidade provedora, o Sinsesp – Sindicado das Secretárias e Secretários do Estado de São Paulo, por acreditar que a pesquisa se faz e se consolida pela união da sociedade como um todo, firmou a parceria com a Associação Brasileira de Pesquisa em Secretariado – ABPSEC e dispôs todos os artigos publicados na Gesec para compor o Repositório Científico da Associação. Assim, toda a sociedade poderá acessar os artigos nos dois meios de divulgação.

Tal iniciativa por parte do Sinsesp foi por entender que quanto mais os artigos forem divulgados, mais serão as oportunidades deles serem utilizados nas futuras pesquisas e assim, como consequência, aumentar o impacto da Gesec. Vale lembrar que no sistema de avaliação da Capes, quanto maior o impacto dos artigos publicados, maior é o estrato que a revista alcança. Em suma, tanto o Sinsesp como a ABPSEC veem esta parceria como mais um avanço para a pesquisa em secretariado e que todos, principalmente a pesquisa no secretariado, se beneficiarão.

Quanto às contribuições deste volume iniciamos com o artigo “O processo editorial nos periódicos e dicas para a publicação” dos autores Manuel Anibal Silva Portugal Vasconcelos Ferreira, Renata Canela, Cláudia Frias Pinto – Universidade Nove de Julho - Uninove/Fundação Getúlio Vargas - FGV, onde os autores procuraram, de forma bastante didática, demonstrar como acontece o processo editorial nos periódicos e assim oferecer, para aqueles que desejam publicar suas pesquisas, algumas sugestões relativamente óbvias e outras, sujeitas a maiores doses de subjetividade para atingir o objetivo de publicar as pesquisas.

O segundo artigo intitulado “Inteligência Social: Um modelo para o Secretariado Executivo”, das autoras Monica Luisa Tremarin de Andrade e Susana Borneo Funck - Universidade Federal de Santa Catarina - UFSC, traz a discussão sobre a importância da capacidade de se relacionar com as pessoas na atuação do profissional de secretariado e assim contribuir para o aprimoramento das habilidades de relacionamento esperadas do secretário executivo bem como identificar a inteligência social discutida por Daniel Goleman, como uma competência a ser agregada ao perfil deste profissional.

“O panorama do cargo de Secretário executivo em uma Instituição Federal de Ensino Superior e as implicações da lei 11.091/2005”, das autoras Luciana Nunes de Oliveira e Glaucia Costa de Moraes - Universidade Federal de Santa Maria - UFSM, traz a discussão sobre os desafios encontrados pelos profissionais de secretariado que atuam na Universidade Federal de Santa Maria e estenderam seus estudos às contradições entre as regulamentações: da profissão de secretariado e do Plano de Carreira dos Cargos Técnico-administrativos em Educação (PCCTAE) que permite o ingresso de graduados em Letras no cargo de secretário.

Camila Ribas de Souza, Juliana Oliveira Tanaka, Maitê Fumagali Dias e Natacha Bertoia da Silva – Universidade Mackenzie, apresentaram um estudo que analisou o processo de aprendizagem de gerentes e a identificação de possíveis diferenças entre gestores com distintas formações (administradores versus não administradores), no artigo intitulado “O processo e os estilos de aprendizagem de gestores de diferentes formações: administradores e não administradores”. Como uma das contribuições do estudo, verificou-se que a relação entre a aprendizagem, experiência e o relacionamento foram os principais indicativos de que o gestor apresenta mais interesse no aprendizado quando se relaciona com outras pessoas. Ou seja, para as autoras o contato com outras pessoas permite ao gestor uma experiência prática ou vivência de determinado conhecimento, gerando, por fim, a percepção de uma aprendizagem mais efetiva.

Na sequência, Keyla Christina Almeida Portela, Karin Claudia Nin Brauer e Alexandre José Schumacher – Instituto Federal de Mato Grosso - IFMT e Instituto Federal de São Paulo – IFSP, utilizaram as publicações da Revista Gestão e Secretariado na elaboração do artigo intitulado “Os processos verbais presentes nos artigos científicos da revista Gestão e Secretariado: uma análise com base na linguística sistêmico-funcional”. Os autores investigaram a relação entre a gramática e discurso, em termos sistêmico-funcionais em 23 artigos publicados no período de 2010 a 2011; relação esta que traz melhor entendimento de como os autores fazem uso dos processos do dizer.

O sexto artigo “Diagnóstico rápido participativo e Matriz SWOT: Estratégias de Planejamento Estratégico com base na atual posição do curso de Secretariado Executivo UEPa”, de autoria de Aylana Cristina Lima de Almeida e Alexandre Jorge Gaia Cardoso - Universidade Estadual do Pará – UEPa, teve como objetivo elaborar estratégias de planejamento a partir do Diagnóstico Rápido Participativo (DRP) e da Matriz SWOT para o curso de Secretariado Executivo da UEPa e assim verificou-se que o curso de secretariado analisado apresenta aspectos ambientais favoráveis ao alcance dos seus objetivos fundamentais no que envolve a formação, o desenvolvimento acadêmico-profissional e humanístico de seus discentes.

“O secretário executivo e a tecnologia da informação: um estudo sobre a utilização de recursos tecnológicos pelos profissionais da cidade de Belém/PA”, de Marco Antonio Lima e Alessandra de Paula Lima Soares - Universidade da Amazônia – Unama e Universidade Estadual do Pará – UEPa, analisou o grau de intensidade de utilização de aplicativos de Tecnologia da Informação (TI) por profissionais de Secretariado Executivo em organizações estabelecidas na cidade de Belém, no estado do Pará.

Do sul do país vieram às contribuições de Josmary Karoline Demko Alves, Fabiana Regina Veloso Biscoli e Carla Maria Schmidt – Universidade Estadual do Centro-Oeste do Paraná - Unioeste/PR que analisaram a importância da formalização dos projetos de cooperação entre o Curso de Secretariado Executivo da Universidade Estadual do Oeste do Paraná - Unioeste e as empresas de Toledo/PR e região, visando melhorar a gestão das parcerias Universidade-Empresa, no estudo intitulado “A importância das cooperações universidade-empresa: um estudo no curso de Secretariado Executivo da Unioeste”.

Ainda do norte do Brasil são apresentados os resultados das pesquisas de Bruno Henrique Lima de Barros, Eraldete Carneiro Alves e Richard Medeiros de Araújo – Centro Universitário Facex - Unifacex - Natal/RN com o artigo “Estágio supervisionado em secretariado executivo: a visão do graduando concluinte”, onde os autores tiveram como objetivo compreender a visão do graduando em Secretariado Executivo a respeito da prática do estágio supervisionado nas organizações.

Para finalizar, parabenizo aos autores, agradeço pela escolha da Gesec para submissão de seus trabalhos e desejo que as contribuições aqui elencadas possam motivar os envolvidos com a pesquisa, pois o conjunto de artigos apresentados neste número reforça a amplitude e as possibilidades do secretariado.

 

Excelente leitura a todos!

 

Profa. Dra. Cibele Barsalini Martins

Editora Científica

 

 

 

Sumário

Artigos

Manuel Anibal Silva Portugal Vasconcelos Ferreira, Renata Canela, Cláudia Frias Pinto
PDF
01-22
Mônica Luísa Tremarin de Andrade, Susana Borneo Funck
PDF
23-48
Luciana Nunes de Oliveira, Glaucia Costa de Moraes
PDF
49-71
Camila Ribas de Souza, Juliana Oliveira Tanaka, Maitê Fumagali Dias, Natacha Bertoia da Silva
PDF
72-96
Keyla Christina Almeida Portela, Karin Claudia Nin Brauer, Alexandre José Schumacher
PDF
97-116
Aylana Cristina Lima de Almeida, Alexandre Jorge Gaia Cardoso
PDF
117-137
Marco Antonio Lima, Alessandra de Paula Lima Soares
PDF
138-157
Josmary Karoline Demko Alves, Fabiana Regina Veloso Biscoli, Carla Maria Schmidt
PDF
158-178
Bruno Henrique Lima de Barros, Eraldete Carneiro Alves, Richard Medeiros de Araújo
PDF
179-198